O PADRASTO

2 12 2009

 

 

O Padrasto (The Stepfather)
Elenco: Dylan Walsh, Sela Ward, Penn Badgley, Jon Tenney, Amber Heard, Sherry Stringfield, Christopher Meloni.
Direção: Nelson McCormick
Gênero: Suspense
Duração: 101 min.
Distribuidora: Sony Pictures
Estreia: 2009
Sinopse: Após terminar a escola militar, Michael volta para sua casa e encontra sua mãe feliz no amor, com um novo namorado. Mas Michael suspeita do homem que sempre quer ajudá-lo. Ao assistir um programa de TV sobre procurados da polícia, Michael vê a caricatura de seu padrasto.
Curiosidades:
»
Refilmagem de ‘O Padrasto’, dirigido por Joseph Ruben em 1987.

Ele só quer uma familia perfeita. Nem que para isso ele tenha que matar.”

Não, não é um drama destes exibidos no Supercine aos sábados, apesar de “baseado em fatos reais”. E sim, é um dos primeiros trabalhos do ator Terry “Locke” O’Quinn, o careca mais famoso da ilha de “Lost”.

O Padrasto”, que carrega uma injusta fama de trash e se destacou nos anos 80 como um dos clássicos da saudosa era do VHS, permanece inédito em DVD por aqui até hoje (na época foi lançado em “fita” pela também falecida VTI). Ao contrário do que se possa pensar a princípio, “O Padrasto” é um thriller de suspense psicológico, com um clima tenso e carregado, criado principalmente em cima da aparente normalidade do personagem interpretado por Terry O’Quinn.

Já nos primeiros minutos de filme a índole do personagem Jerry Blake nos é revelada. Esta seqüência (arrepiante, diga-se de passagem), mostra Jerry (com cara de psicopata) se limpando num banheiro. Seu rosto, sua roupa e suas mãos estão sujas de sangue. Após se limpar, o homem faz a barba e arruma as malas. Agora Jerry parece um respeitável pai de família. Enquanto desce as escadas rumo à porta, vemos marcas de sangue nas paredes. A câmera então nos mostra o perturbador cenário: vários corpos espalhados por uma sala toda destruída. Entre os corpos está o de uma mulher e o de uma criança segurando um ursinho de pelúcia coberto de sangue. Jerry, indiferente, recolhe o jornal e parte, como um pai responsável no início de mais um dia de trabalho.

Algum tempo depois, Jerry já tem uma nova família: a encantadora Susan e a enteada Stephanie. A garota ainda não superou a morte do pai e não vai com a cara do padrasto. Quando Stephanie resolve investigar seu passado, Jerry vê suas chances de construir a família ideal ameaçadas. Tenta ainda manter o controle da situação, mas a sua “identidade-psicopata” pouco a pouco começa a se manifestar.

O Padrasto” é um dos melhores trabalhos do diretor americano Joseph Rubem, responsável por longas conhecidos como “Dormindo com o Inimigo” (Sleeping With the Enemy, 1991) e “Os Esquecidos” (The Forgotten, 2004). Em “O Padrasto”, a sua direção é extremamente segura. O cineasta usa inteligentemente as panorâmicas externas, algumas mostrando as casas de família dispostas geometricamente lado a lado, as ruas vazias, o jovem entregador de cartas, criando uma atmosfera melancólica de perfeição (a mesma idealizada por Jerry Blake). As poucas cenas de violência são explícitas e o espectador não é poupado. O vilão também é muito bem desenvolvido, apresentado como um homem comum, fugindo do estereótipo “assassino imortal”, usado a exaustão nos slashers dos anos 80.

 

Anúncios




CÓDIGO DE CONDUTA

2 12 2009

Elenco: Gerard Butler, Jamie Foxx, Michael Gambon, Leslie Bibb, Colm Meaney, Theresa Randle, Viola Davis, Regina Hall, Bruce McGill.

Direção: F. Gary Gray
Gênero: Ação
Duração: 108 min.
Distribuidora: Imagem Filmes
Estreia: 06 de Novembro de 2009
Sinopse: Clyde (Gerard Butler) é um dedicado pai de família que testemunha sua esposa e filha serem assassinadas. Um dos culpados ganha liberdade graças a um acordo feito com o ambicioso promotor Nick (Jamie Foxx). Anos depois o assassino é encontrado morto e Clyde é preso mesmo sem provas contra ele. Seu unico objetivo, é denunciar o corrupto sistema judicial nem que para isso tenha que matar um a um, todos os envolvidos. Mas, se Clyde já está na cadeia, como o promotor poderá impedi-lo se ele está sempre um passo a frente de todos?
Curiosidades:
»
Frank Darabont (‘O Nevoeiro’) dirige e Kurt Wimmer (‘Thomas Crown: A Arte do Crime’) é responsável pelo roteiro.

 





Lula, o filho do Brasil

30 11 2009

Apesar do lançamento previsto apenas para 2010, já é grande a expectativa em torno do filme.

 

 

  

 

Lula, o Filho do Brasil é um filme inspirado na trajetória do atual presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva. Dirigido por Fábio Barreto, cineasta indicado ao Oscar por O Quatrilho, o filme está previsto para estrear em toda América do Sul no início de 2010 [1].

Produção

Baseado no livro homônimo escrito pela jornalista Denise Paraná, o filme narrará a história de Lula de seu nascimento até a morte de sua mãe, quando é um líder sindical de 35 anos detido pela polícia política da ditadura militar. O roteiro foi escrito por Paraná, Fábio Barreto e Daniel Tendler, enquanto o escritor Fernando Bonassi está aperfeiçoando-o [2].

O ator João Miguel, conhecido por seu papel em Cinema, Aspirinas e Urubus, foi convidado para interpretar Lula, mas teve de acabar recusando à proposta devido a problemas com sua agenda. Após a desistência de Tay Lopez por problemas de sáude, Barreto escolheu o ator Rui Ricardo Dias para interpretar Lula na fase adulta [3]. Até agora, os outros nomes confirmados no elenco principal são os de Glória e Cléo Pires [2] e Juliana Baroni [1], que devem interpretar a mãe, a primeira esposa de Lula e dona Marisa Letícia, respectivamente.

O filme foi produzido por Luiz Carlos Barreto e Paula Barreto, pai e irmã do diretor, e está previsto para ser o primeiro filme brasileiro a estrear simultaneamente em todo continente sul-americano. A previsão de estréia é para o início de 2010 [1]. O orçamento do filme é relativamente alto para os padrões do cinema brasileiro. Foram cerca de 18 milhões de reais que Barreto planejou obter sem subsídio municipal, estadual ou federal para evitar críticas [2]. O filme começou a ser rodado no final de janeiro de 2009 em Garanhuns, terra natal de Lula [4].

Contexto Histórico

A trajetória de vida de Lula coincide com vários aspectos marcantes da história do Brasil, motivo pelo qual Paraná decidiu escrever o livro, que é sua tese de doutorado em História pela Universidade de São Paulo (USP). Durante sua pesquisa para o livro, Paraná entrevistou Lula e várias pessoas ligadas a ele. De acordo com ela, enquanto ouvia os depoimentos de Lula, pensava consigo mesmo se tratar de “um roteiro de filme mal escrito, porque tudo se encaixa” [2].

Dentre os fatos da trajetória de Lula e da história do Brasil que se encaixam, de acordo com Paraná, estão a morte da primeira esposa dele por erro médico no parto na mesma época em que o Brasil detinha um dos maiores índices mundiais de morte no parto, a migração da família de Lula no momento em que o Brasil presencia sua maior onda de migração interna e o alcoolismo que marca o pai de Lula no período de maior incidência deste vício no Nordeste [2].

Críticas do Filme

O lançamento do filme, previsto para janeiro de 2010, vem sendo alvo de críticas por parte da população, pelo fato de que 2010 será um ano eleitoral, e Lula estará tentando eleger um sucessor no exato período da exibição do filme. Ou seja, a data de lançamento do filme seria proposital, uma tentativa de ajudar na eleição da sucessora de Lula ao Governo.[5] Dilma Roussef, provável candidata à sucessão de Lula, já admitiu que o filme pode influenciar no resultado das eleições. [6]
A maior crítica, no entanto, é o fato do filme não retratar com fidelidade a vida e carreira de Lula. O filme elimina todos os seus defeitos e erros, tornando o protagonista um ser praticamente perfeito, exageradamente romantizado e heróico. Tal fato também teria objetivos eleitorais, segundo os críticos.[7]

Outra suspeita acerca do filme, é o fato de que empresas que patrocinaram Lula, o Filho do Brasil, poderiam estar politicamente envolvidas com o Governo, tendo interesses econômicos como motivação para o patrocínio de uma obra que ajudaria a eleição da sucessora de Lula à presidência. [8]

Mais informações http://www.lulaofilhodobrasil.com.br/





PREMONIÇÃO 4

29 11 2009

PREMONIÇÃO 4
Nick (Bobby Campo) e seus amigos vão assistir a uma corrida de carros, quando um deles, a quase 300 km/h, bate e explode na platéia, causando a morte de dezenas de pessoas. Nick percebe que isso foi uma de suas premonições e terá de fazer de tudo para salvar sua vida. Afinal, a morte já foi enganada três vezes e agora ela não dará trégua.

Premonição 4 sempre inovadora – e a ideia de fazer um quinto filme.
Elenco: Jenna Craig , Krista Allen , Nick Zano, Bobby Campo, Shantel VanSanten, Haley Webb, Mykelti Williamson, Krista Allen, Andrew Fiscella, Justin Welborn.
Dirigido por: David R. Elllis
Produzido por: Craig Perry, Warren Zide
Distribuidora: PlayArte

Segundo Perry, ele já está conversando a respeito de mais um filme – um que seja mais barato que este último e que deixaria os fãs da franquia animados. Quando perguntado, ele citou o filme O Novo Pesadelo de Freddy Krueger. Seria apenas uma brincadeira, ou será que ele pensa em fazer uma produção metalinguística, com os atores do filme original sendo realmente perseguidos pela morte?

Perry disse também que queria fazer o terceiro filme ser em 3-D, mas não tinha cenas que provocassem o efeito. Já o quarto filme, é particularmente centrado em terceira dimensão. Algumas cenas foram reescritas e refilmadas (incluindo uma sequência inteira que acontece num supermercado), o que tornou a produção cansativa e difícil, pois o produtor temia ser repetitivo: para isso, algumas locações foram escolhidas com cuidado.





Jogos Mortais VI

29 11 2009

Sinopse: O agente especial Straham está morto, e o detetive Hoffman surgiu como o responsável por manter o legado de Jigsaw. Entretanto, quando o FBI ameaça chegar perto de Hoffman, ele é forçado a começar um novo jogo, e o grande plano de Jigsaw é finalmente revelado.

Título Original: Saw VI
Ano: 2009
Origem: EUA
Direção: Kevin Greutert
Roteiro: Marcus Dunstan e Patrick Melton
Produção: Peter Block
Estúdio: Twisted Pictures
Distribuição: Columbia Pictures

Elenco: Shawnee Smith, Tobin Bell, Costas Mandylor, Betsy Russell, Tanedra Howard, Karen Cliche, Mark Rolston, Peter Outerbridge, Shauna MacDonald, James Van Patten, Caroline Cave, James Gilbert.





2012 O FIM DO MUNDO

29 11 2009

 

                                                                                                             

A polêmica sobre o fim do mundo em 2012 está cada vez mais debatida, mas deve ficar mais ainda depois do filme que vai se basear na teoria do calendário maia que diz que o fim do mundo acontecerá em 21 de Dezembro de 2012.

Se você não conhece a teoria do fim do mundo 2012 e está curioso, visite o site: www.fimdomundo2012.com

As profecias para o ano de 2012 são muito curiosas e, segundo alguns, matematicamente precisas de acordo com o calendário maia. Muitos dos acontecimentos atuais estavam previstos pelos maias, inclusive o apocalipse, que a bíblia e Nostradamus também citam, segundo alguns especialistas no assunto.

O filme promete ser uma grande representação catastrófica do que prevê o calendário maia e muitos outros profetas do passado, mas aí já fica à critério da crença pessoal de cada um. O fato é que o filme ‘2012′ irá mostrar eventos que estão acontecendo, como mudanças climáticas, inundações, Tsunamis, terremotos e diversos outros fenômenos catastróficos em grande escala.

Sinopse

“Em 2012, quando desastres naturais começam a destruir a Terra, pesquisador acadêmico lidera um grupo de pessoas numa luta para evitar esses eventos apocalípticos que foram previstos num antigo calendário dos povos Maias e que pode culminar com o fim da civilização.”

Estréia no Brasil e no mundo

O filme ‘2012 – Catástrofe’, do diretor Roland Emmerich, especialista em filmes apocalípticos, como Independence Day, e O Dia Depois de Amanhã está previsto para estrear mundialmente em 13 de novembro de 2009.

Elenco

Woody Harrelson, John Cusack, Amanda Peet, Chiwetel Ejiofor, Danny Glover, Thandie Newton, Oliver Platt e Thomas McCarthy são alguns dos nomes que estarão no elenco do filme 2012.





Lua Nova – Não percam uma história de lobos e vampiros

26 11 2009

RESUMO DO FILME:

Em entrevista ao jornal L.A. Times, a atriz Kristen Stewart (“Na Natureza Selvagem”) comentou como será o filme “Lua Nova”, sequência de “Crepúsculo”, e falou detalhes sobre a sua personagem e o relacionamento dela com o namorado Edward Cullen (Robert Pattinson, de “Feira das Vaidades”). “É um filme diferente, e muita coisa acontece. Bella o perde, o que é uma loucura já que o primeiro filme todo é baseado no amor dos dois. Ela amadurece, bastante. É obrigada a amadurecer, mas tem força e determinação”, disse ela.

Em “Lua Nova”, Edward abandona Bella para protegê-la dos outros vampiros. Com o afastamento, a moça acaba se aproximando de Jacob, que também guarda um segredo que envolve mitos. Por causa desse mistério, Bella se vê novamente no centro de uma disputa entre vampiros e outros seres que vivem em Forks.

http://universetwilight.wordpress.com/2009/04/15/kris-comenta-o-enredo-de-lua-nova/

Semelhanças entre “Lua Nova”  e a fábula “A Bela e a fera”.

A base dessas obras gira em torno do amor impossível que se torna de difícil concretização. Há barreiras materiais e espirituais que precisam ser rompidas para o tão famoso “Felizes para sempre”.